Projeto GNR Dois Arcos GNR Dois Arcos

A Usina de Tratamento de biogás do Aterro Dois Arcos é pioneira na produção de biometano em escala comercial no Brasil. Foi inaugurada em agosto de 2014 em parceria com a OSAFI, proprietária do Aterro Sanitário Dois Arcos, localizado em São Pedro da Aldeia - RJ e que recebe 700 toneladas de resíduos sólidos urbanos por dia. A Usina tem capacidade de produzir até 15 mil m³ por dia de biometano, cerca de 5,5 milhões de m³ por ano. Além disso, está inserida no Mecanismo de Desenvolvimento Limpo e evitará que 76.000 toneladas equivalentes de CO2 sejam lançadas na atmosfera anualmente, ajudando a minimizar a emissão de gases de efeito estufa e contribuindo positivamente para as futuras gerações.



Matérias relacionadas

Gás natural já é produzido a partir de lixão - Jornal O GLOBO




GNR Fortaleza

Em fase de implantação, o projeto irá captar e tratar o biogás produzido no Aterro Sanitário Municipal Oeste de Caucaia (ASMOC ) – CE, que recebe também lixo oriundo da grande Fortaleza.
A Usina terá capacidade de produzir até 100 mil m³ de biometano por dia, cerca de 36,5 milhões de m³ por ano. Além disso, evitará que 610.000 toneladas equivalentes de CO2 sejam lançadas na atmosfera anualmente, ajudando a minimizar a emissão de gases de efeito estufa. contribuindo positivamente para as futuras gerações.




GNR Espírito Santo

Em fase de implantação, o projeto irá captar e tratar o biogás produzido no aterro privado Marca Ambiental, localizado em Cariacica, ES, e que recebe o lixo oriundo da Grande Vitória.
A Usina terá capacidade de produzir até 60 mil m³ de biometano por dia, cerca de 22 milhões de m³ por ano.
Além disso, evitará que 96.000 toneladas equivalentes de CO2 sejam lançadas na atmosfera anualmente, ajudando a minimizar a emissão de gases de efeito estufa.



UTER Carlos Barbosa

Em fase de implantação, o projeto localiza-se no município de Carlos Barbosa, RS e tem como objetivo principal a produção e o aproveitamento comercial do biogás oriundo de resíduos agrossilvopastoris, comerciais e de efluentes provenientes da agroindústria da região da Serra Gaúcha.
O projeto receberá aproximadamente 650 toneladas por dia de resíduos agroindustriais e contará com 6 biodigestores e uma planta de purificação para produzir aproximadamente 35 mil m³ de biometano por dia, cerca de 13 milhões de m³ por ano. (*) Foto refere-se a modelo de biodigestor – planta Alemã.



Matérias relacionadas

Dejeto será ingrediente de energia limpa no Vale do Taquari - Jornal O Informativo do Vale

Dejeto será ingrediente de energia limpa no Vale do Taquari - Jornal O Informativo do Vale (PDF)




UTER Fazenda Vilanova

Em fase de implantação, o projeto localiza-se no município de Fazenda Vilanova, RS e tem como objetivo principal a produção e o aproveitamento comercial do biogás oriundo de resíduos orgânicos e efluentes provenientes da agroindústria da região. O projeto receberá aproximadamente 650 toneladas por dia de resíduos agroindustriais, contará com 6 biodigestores e uma planta de purificação para produzirá aproximadamente 35 mil m³ de biometano por dia, cerca de 13 milhões de m³ por ano. (*) Foto refere-se a modelo de biodigestor – planta Alemã.